Lógica e música: conceitualidade musical a partir da filosofia de Kant e Hanslick | Ricardo M. Nachmanowicz

Código: 82T98QFXY
R$ 35,00
Comprar Estoque: Disponível
* Este prazo de entrega está considerando a disponibilidade do produto + prazo de entrega.

Lógica e música: conceitualidade musical a partir da filosofia de Kant e Hanslick

Autor: Ricardo Miranda Nachmanowicz

180p.| 2014 | 14 x 21 cm 
ISBN: 978-85-66786-09-5

Texto contemplado com o Prêmio Funarte - Produção crítica em música 2013.

 

“É possível pensar musicalmente?” A questão colocada por Ricardo Nachmanowicz no início de seu livro pode ser considerada “clássica” em dois sentidos: tanto o é porque sempre retorna em toda estética da música, tornando-se a pedra de toque para a avaliação da fecundidade das respostas, como também porque, do ponto de vista formal, ela somente adquire sentido pleno, na tradição da música ocidental, a partir do período clássico ou, mais precisamente, entre este e o período romântico. Não é por acaso que os autores aos quais Nachmanowicz dedica seus esforços sejam Eduard Hanslick e, sobretudo, Kant. Ao primeiro, coube o reconhecimento de que “o ouvir atento” que caracteriza a apreciação de formas musicais tem um componente vinculado ao entendimento, uma condição singular que se mostra na medida em que se oculta: tudo ocorre como se a apreciação se fizesse de modo imediato, no estrito deixar-se levar pela sucessão das ideias musicais, conquanto esse abandono ao sentido das formas sonoras dependa, criticamente, de uma complexa operação do entendimento, o que significa que se dá de modo mediado (um passo que a noção de “ideia musical”, evocada por Hanslick, já indica). A Kant foi legada, por Nachmanowicz, a tarefa atlante de esclarecer essa condição da significação musical, uma tarefa que se desdobra na pergunta acerca da possibilidade de uma epistemologia da música, algo que, como reconhece o autor, não se ajusta à estética kantiana e exige, não sem controvérsia, a redescrição do problema de partida: “pensar musicalmente” implica, nos termos da terceira Crítica, inverter a relação de precedência entre o juízo estético e o juízo lógico, uma alteração de grandes consequências (igualmente indicadas pelo termo “ideia musical”, esse condutor discreto da argumentação). Para tanto, Ricardo Nachmanowicz retorna à primeira Crítica e à Lógica, estabelecendo um diálogo com autores contemporâneos, nossos contemporâneos, o que o leva a pensar, com Kant, para além de Kant. Assim agregados, os fatores que decidem a composição do livro fazem dele menos um comentário e mais uma obra autoral, sem que isso implique, de modo algum, a desatenção com as proposições de Hanslick ou com as categorias kantianas. Se não por todo o demais, somente isso já recomenda sua leitura.

 

[Texto de orelha escrito por Eduardo Soares Neves Silva - UFMG]

 

Previsão de entrega: de 2 a 5 dias úteis, após a confirmação do pagamento.

OPÇÃO DE ENVIO COM FRETE GRÁTIS!

R$ 35,00
Comprar Estoque: Disponível
Pague com
  • PagSeguro
  • Depósito Bancário
  • PayPal
  • MercadoPago
  • Bcash
  • Paghiper
Selos
  • Site Seguro

© Todos os direitos reservados. 2017