A Mise-en-film da fotografia no documentário brasileiro e um ensaio avulso | Glaura Cardoso Vale

Código: DU59D8R9S
3x de R$ 10,00
R$ 30,00
Comprar Estoque: 90 dias úteis
    • 1x de R$ 30,00 sem juros
    • 2x de R$ 15,00 sem juros
    • 3x de R$ 10,00 sem juros
    • 4x de R$ 7,73
    • 5x de R$ 6,27
    • 6x de R$ 5,30
    • 1x de R$ 30,00 sem juros
    • 2x de R$ 15,00 sem juros
    • 3x de R$ 10,00 sem juros
    • 4x de R$ 8,06
    • 5x de R$ 6,54
    • 6x de R$ 5,53
  • R$ 30,00 Deposito
  • R$ 30,00 Mercado Pago
  • R$ 30,00 Boleto Bancário
* Este prazo de entrega está considerando a disponibilidade do produto + prazo de entrega.
A Mise-en-film da fotografia no documentário brasileiro e um ensaio avulso 
 
Autora: Glaura Cardoso Vale
Filmes de Quintal Editora e Relicário Edições | Belo Horizonte, 2016
124p.| 2016 | 13 x 20 cm 
ISBN: 978-85-66786-45-3
 
Co-editado pela Relicário Edições e publicado pela Filmes de Quintal Editora, este livro investiga a mise-en-film da fotografia no documentário brasileiro procurando demonstrar como a fotografia é requerida na elaboração da memória das pessoas filmadas a partir de dois temas: “Álbuns de família” e “Retratos da dor”. Tendo em vista esses dois eixos temáticos e a solicitação da fotografia como dispositivo de rememoração, dois ensaios aqui reunidos abordam os seguintes filmes: Acácio (2008), de Marília Rocha, Nos olhos de Mariquinha (2008), de Cláudia Mesquita e Junia Torres, Retratos de identificação (2014), de Anita Leandro, Cabra marcado para morrer (1984) e Moscou (2009), de Eduardo Coutinho. Como um signo especial que guarda, em si, o efeito paradoxal de ser presença da ausência e ausência da presença, noção benjaminiana retomada por vários estudiosos da imagem, ao trazer à luz tais fotografias, os filmes acabam por reinseri-las na linha do tempo. Dessa forma, uma história individual ou coletiva pode ser redescoberta, repensada, submetida ao olhar crítico. Um terceiro ensaio, destaca as relações entre a leitura e a escrita do movimento no cinema de Aloysio Raulino, e, em particular, uma enigmática (e borgeana) passagem de Inventário da rapina (1986) desse importante fotógrafo e realizador brasileiro. Com prefácio de César Guimarães, A mise-en-film da fotografia no documentário brasileiro é resultado da pesquisa de pós-doutoramento de Glaura Cardoso Vale junto ao PPGCOM-UFMG, com bolsa PNPD/CAPES (2013-2016).
 

3x de R$ 10,00
R$ 30,00
Comprar Estoque: 90 dias úteis
Pague com
  • PagHiper
  • Mercado Pago
  • Depósito Bancário
  • PagSeguro
Selos
  • Site Seguro

© Todos os direitos reservados. 2018